Cláudia News

Saudades (SC): ataque a creche deixa cinco mortos

Atentado a centro de ensino chocou a pequena cidade catarinense, localizada a cerca de 600 km de Florianópolis

O ataque de um adolescente em uma creche da cidade de Saudades, na região oeste de Santa Catarina, deixou cinco mortos até o momento: duas professores e três crianças.

Keli Adriane Anieceviski, professora

A primeira vítima da chacina a ser identificada foi Keli Adriane Anieceviski, de 30 anos. Ela era professora na Escola Infantil e Berçário Pró-Infância Aquarela. Cristiane Aniecevski, prima da vítima, lamentou a perda nas redes sociais. "Descanse em paz, prima querida", escreveu.


Anabela, Sara Luisa e Murilo, alunos

Segundo informou a secretária de educação do município, Gisela Hermann, os alunos – duas meninas e um garoto – completariam dois anos no segundo semestre de 2021. Seus nomes eram Anabela, Sara Luisa e Murilo.

Mirla Renner, agente educativa

A quinta vítima é Mirla Renner, de 20 anos, uma agente educativa da instituição de ensino, que atende crianças de dois até seis anos.

De acordo com a secretária Gisela Hermann, aproximadamente 30 pessoas estavam na creche no momento do ataque do adolescente de 18 anos.

 


 

Fonte

R7
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Saudades (SC): ataque a creche deixa cinco mortos

R7

O ataque de um adolescente em uma creche da cidade de Saudades, na região oeste de Santa Catarina, deixou cinco mortos até o momento: duas professores e três crianças.

Keli Adriane Anieceviski, professora

A primeira vítima da chacina a ser identificada foi Keli Adriane Anieceviski, de 30 anos. Ela era professora na Escola Infantil e Berçário Pró-Infância Aquarela. Cristiane Aniecevski, prima da vítima, lamentou a perda nas redes sociais. "Descanse em paz, prima querida", escreveu.


Anabela, Sara Luisa e Murilo, alunos

Segundo informou a secretária de educação do município, Gisela Hermann, os alunos – duas meninas e um garoto – completariam dois anos no segundo semestre de 2021. Seus nomes eram Anabela, Sara Luisa e Murilo.

Mirla Renner, agente educativa

A quinta vítima é Mirla Renner, de 20 anos, uma agente educativa da instituição de ensino, que atende crianças de dois até seis anos.

De acordo com a secretária Gisela Hermann, aproximadamente 30 pessoas estavam na creche no momento do ataque do adolescente de 18 anos.

 


 

Inscreva-se Newsletter

Inscreva-se em nossa newsletter e receba em primeira mão nossas novidades!
[CARREGANDO...]

Parceiros