Cláudia News

Presidente do Galo revela pressão de Guedes para deixar o clube

Roger Guedes foi oficializado como reforço do Shandong Luneng

Uma coisa a torcida do Atlético não pode culpar seus dirigentes na transferência do atacante Roger Guedes para o futebol chinês: a de faltar tentativas pela sua permanência. A novela que durou desde antes da parada para a Copa do Mundo até quase os dias da final da competição, o Galo fez reuniões, propôs aumento de salário, tentou comprar o atleta, conversou nos bastidores. Porém, o destino do atleta, por sua vontade e de seus agentes, era longe da Cidade do Galo. O Presidente Sérgio Sette Câmara revelou pressão por parte do jogador para deixar a agremiação.

“O jogador Róger Guedes pertence ao Palmeiras, estava emprestado ao Atlético. Nós fizemos de tudo para manter o jogador aqui durante o restante deste ano, tentamos também adquirir o passe do jogador junto ao Palmeiras, conseguimos um investidor. Mas, infelizmente, o Palmeiras não quis vender o jogador para o Atlético. Não há interesse do Palmeiras em vender o jogador para o mercado brasileiro. Nós, então, recebemos diversas sondagens e diversas ligações do procurador e do jogador, dizendo que não queria mais permanecer no Atlético, que tinha propostas do mercado europeu, ‘Mundo Árabe’ e China, como acabou acontecendo. Valores estratosféricos envolvidos. Evidentemente, chegou um momento em que a gente não tinha mais como segurar”, disse Câmara em entrevista a Rádio Itatiaia.

A proposta que tirou Roger Guedes do Atlético chegou na quinta-feira. O Shandong Luneng, da China, tentou outro atleta palmeirense, Dudu, com um salário gigantesco. A Palmeiras, entretanto, não liberou, mas, em reunião, propôs o jogador que estava emprestado ao Galo. O clube asiático se animou e iniciou a negociação.

O tempo, entretanto, era apertado. A janela de transferências para o futebol chinês fecharia na sexta-feira, no dia seguinte. Vale levar em consideração ainda que o fuso horário de 11 horas seria um fator que atrapalharia o Shandong. Neste momento, Palmeiras, Criciúma, Roger Guedes e chineses precisavam da “boa vontade” do Galo para liberar a documentação. Isso porque, pelo contrato, o clube mineiro tinha 72 horas para tomar qualquer decisão, fosse ela igualar a proposta ou decidir por liberar. O time preto e branco então usou isso para lucrar.

Pelo vínculo assinado em janeiro, o Galo, em caso de venda, teria uma taxa de vitrine de 5%. O assunto, na época, deixou a diretoria atleticana em situação complicada com críticas dos atleticanos, afinal, o clube tinha liberado Marcos Rocha com passe fixado e pego Roger Guedes, que naquele momento era uma incógnita, sem passe fixado e só com uma taxa de vitrine. Porém, o clube conseguiu aumentar o rendimento só por ter que liberar a documentação em tempo. No fim das contas, o Atlético recebeu mais de R$ 11 milhões.

Sette Câmara fala que defendeu os direitos do Atlético, mas lamenta a perda do artilheiro do Campeonato Brasileiro.

“O que nós pudemos fazer foi, obviamente, defender os interesses do Clube Atlético Mineiro e impor que o clube tivesse uma compensação financeira muito melhor até do que aquela prevista no contrato de empréstimo com o Palmeiras, que era de 5% de vitrine em cima dos 25% que o Palmeiras detém do passe do jogador. Na verdade, o jogador está sendo negociado para o Shandong por algo em torno de 9 milhões de euros. Desse valor aí, o Atlético vai receber, praticamente à vista, até o dia 10 de agosto, algo em torno de 2,5 milhões de euros. Também um fato inédito é que nós exigimos que o procurador do jogador devolvesse metade da comissão que ele recebeu no início do ano, quando ele trouxe o jogador e, obviamente, recebeu uma comissão pelo período total de contrato, que deveria terminar em dezembro. E que agora, infelizmente, veio a ser interrompido. Não tínhamos outra solução senão pelo menos exigir uma compensação financeira. É realmente uma perda muito grande, o jogador vinha bem, encaixado no nosso sistema de jogo, artilheiro do campeonato, mas, infelizmente, não tivemos como segurar”, finalizou.

Fonte

Marcellus Madureira do Ge.Net
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Inscreva-se Newsletter

Inscreva-se em nossa newsletter e receba em primeira mão nossas novidades!
[CARREGANDO...]

Parceiros

Veja também

Internacional acerta prorrogação de contrato de Paolo Guerrero

Internacional acerta prorrogação de contrato de Paolo Guerrero

GUERREIRO ACERTA COM INTER ATE 2021

Mato-grossense Valdivia e Marcos Júnior são apresentados no Vasco

Mato-grossense Valdivia e Marcos Júnior são apresentados no Vasco

Mato-grossense Valdivia e Marcos Júnior no Vasco

Vinicius Júnior elogia camisa branca da Seleção:

Vinicius Júnior elogia camisa branca da Seleção: "Essa é especial"

Revelação do futebol brasileiro, Vinícius Júnior foi a estrela do lançamento da nova camisa da Seleção.

Após demitir Zé Ricardo, Botafogo fica entre Marcelo Oliveira e Jair Ventura

Após demitir Zé Ricardo, Botafogo fica entre Marcelo Oliveira e Jair Ventura

O último clube de Jair foi o Corinthians